Mochilão: 4 desastres que podem ocorrer

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Mochilão

Toda viagem é passível de contratempos. Até quem já está super acostumado pode enfrentar um voo atrasado, ter a mala extraviada, esquecer algum documento, entre outros. Mas, quando se faz um mochilão os problemas podem ser um pouco diferentes.

A fim de ajudar quem optou por colocar uma mochila nas costas e sair viajando pelo mundo, trazemos neste artigo quatro desastres que podem acontecer durante o percurso. Acompanhe:

1. Ficar doente pode ser um problemão durante o mochilão

Ficar doente durante o mochilão sempre é um problemão. Por isso a importância de contratar o seguro viagem com assistência médica, para ter o atendimento necessário. Em alguns países, aliás, essa é uma exigência já que esses lugares não contam com atendimento gratuito para estrangeiros na rede pública.

Quem não contrata o seguro e precisa de atendimento médico corre o risco de se endividar, uma vez que as consultas costumam ser muito caras fora do país. Além de adquirir o serviço é importante levar um kit de primeiros socorros, principalmente se a ideia for praticar esportes ou percorrer uma trilha, aumentando o risco de se machucar.

Remédios básicos para dor de cabeça, por exemplo, também são recomendados, pois pode ser difícil comprar medicamentos em alguns países.

2. Ter os pertences ou documentos furtados

Como o viajante se locomoverá o tempo todo com a mochila nas costas é importante que redobre o cuidado com os pertences. Isso porque não haverá um hotel para deixar a mala guardada enquanto passeia.

Sendo assim, a sugestão é comprar uma mochila reforçada e adequada para este tipo de viagem. Outra medida importante é o uso de cadeado. Durante as refeições, quando for tomar banho ou dormir, procure deixar a bagagem sempre por perto.

Outra dica para segurança do mochilão é distribuir o dinheiro nos vários compartimentos da mochila e carregar quantias separadas no bolso e na carteira.

Mochilão

3. Não encontrar um local adequado para se hospedar

Uma das características do mochilão é a simplicidade na hora de se hospedar. Por isso muito gente nem faz reserva, deixando para se acomodar assim que chegar ao destino.

No entanto, corre-se o risco de não ter mais vaga em pensões, motéis e até campings, principalmente quando se viaja em épocas de alta temporada. Portanto, a dica é sempre pesquisar com antecedência a disponibilidade de locais para ficar.

Importante lembrar que, se a ideia é economizar, muitas vezes o quarto será compartilhado com outras pessoas.

4. Perder-se não será nada agradável

Quem opta por um mochilão muitas vezes deseja economizar tempo. Quem vai para a Europa, por exemplo, aproveita para visitar vários países e é nesse momento que o planejamento será fundamental para evitar um grande desastre: perder-se.

Não saber exatamente onde está é ainda pior para quem tem dificuldade em se comunicar. Por isso a dica é traçar todo o percurso com antecedência, visualizando os pontos que deseja visitar no mapa.

Hoje, com a internet, é muito fácil visualizar até mesmo o local com antecedência e assim buscar pontos de referência para seguir no caminho certo.

Neste artigo mostramos desastres que podem ocorrer durante um mochilão, como ficar doente, ser furtado, perder-se e não encontrar hospedagem. Todos eles até podem ser evitados, mas a possibilidade de que aconteçam sempre existe. De qualquer forma, a contratação de um seguro viagem, com assistência médica, legal e cobertura para extravios de bagagem, é imprescindível.

O que achou de mais interessante nesse artigo sobre mochilão? Tem outras sugestões? Deixe aqui o seu recado e acompanhe os outros textos do blog.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×